NOTÍCIAS

Gene Simmons, do Kiss: “se você quer andar entre nós não vacinado, você é um inimigo”

Durante coletiva em agosto, o baixista fez críticas a como Bolsonaro lida com a pandemia: "políticos são idiotas"

Gene Simmons, um dos fundadores, cantor e baixista da banda Kiss, fez um duro comentário a respeito de pessoas que não querem se vacinar contra a Covid-19 durante participação no canal TalkShopLive. Ao ser indagado pelo apresentador Steve Harkins, o astro do rock afirmou: “se você está disposto a andar entre nós não vacinado, você é um inimigo”.

“Eu não me importo com suas crenças políticas. Você não tem permissão para infectar ninguém só porque acha que tem direitos que são delirantes”, disse o vocalista, que foi ao programa para falar sobre os 45 anos do clássico álbum “Destroyer”.

Simmons disse ainda: “você não tem o direito de avançar o sinal vermelho – na verdade, o governo tem o direito de dizer para você parar. Você tem que colocar o cinto de segurança. Se eles disserem que você não pode fumar em um prédio, você não pode fumar em um prédio. E não é porque eles querem tirar seus direitos, é porque o resto de nós odeia! Não queremos cheirar sua fumaça. Eu não quero pegar sua doença. Não quero arriscar minha vida só porque você quer passar pelo sinal vermelho”.

Os comentários ocorreram poucas semanas após a morte do técnico de guitarra da banda, Francis Stueber, contaminado pelo vírus. No final de agosto, o Kiss também chegou a cancelar apresentações de sua turnê final “The end of the road world tour” quando Simmons, de 72 anos e o vocalista Paul Stanley, de 69, testaram positivo para Covid-19, mesmo com todos os integrantes da banda totalmente vacinados.

Críticas a Bolsonaro

Simmons criticou o governo de Jair Bolsonaro (Sem Partido), em agosto deste ano, durante coletiva de lançamento do documentário “Kisstory” que, como indica o título, conta a história da banda.

A banda tem quatro shows no Brasil marcados para 2022. De acordo com os integrantes, essa é a turnê de despedida.

Ao comentar sobre a vinda ao Brasil, Simmons destacou as boas memórias que tem dos shows em território brasileiro, mas também lamentou a maneira como o governo Bolsonaro trata a pandemia.

“A política se mete no meio da ciência e daí temos um monte de merda. Há pessoas morrendo, então, por favor, se vacine. Você precisa fazer isso por você e pelos outros que podem morrer porque um político disse que a pandemia é fake. Políticos são idiota. Ouça os cientistas e os médicos”, declarou Gene Simmons.

Ainda sobre a questão da pandemia, o artista declarou que durante a turnê mundial todos envolvidos “usarão máscaras, lavarão as mãos a todo momento e estarão vacinados”.

Apesar de estar cético quanto ao cenário político no Brasil, Simmons afirmou que o show da banda no Maracanã, em 1982, é um dos momentos mais marcantes de sua vida.

Revista Fórum

Mostrar mais

adminrock

O seu magazine do Rock de Todos os Tempos. Notícias, entrevistas, resenhas, reportagens e tudo que envolve o universo do Rock Nacional e Internacional

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar